Clínica Sandra Augusto
 
  • |
  • |
  • |
 
 

Granuloma Telangiectásico - Carne Esponjosa


Lesões produzidas por alicates de cutículas, sapatos apertados nas pontas dos dedos, cortes incorretos e excesso de retirada de pele dos cantos das unhas podem desencadear a presença de um granuloma telangiectásico.

Sabe-se que a designação de granuloma é incorreta, pois a histopatologia não é granulomatosa, e passa a ser considerado como um hemangioma.

O hemangioma surge após pequenos traumas cutâneos, onde ocorre uma ruptura de pele. A unha encravada, com presença de carne esponjosa, que sangra com facilidade, e dói muito, são características comuns deste quadro clínico. Há relatos associados à terapia sistêmica de retinóicos orais usados no tratamento de acne (Roacutan) que desenvolve o hemongioma pelo ressecamento da pele em volta da unha, e o roçar do calçado apertado, provocam o rasgo, formado a carne esponjosa.

O hemangioma apresenta-se clinicamente sob a forma de pápula, nódulo ou pólipo vermelho-brilhante a vermelho escuro, de superfície úmida e sangrenta lisa ou irregular, com crescimento rápido no decorrer de alguns dias até se estabilizar. Vulgarmente damos o nome de Carne Esponjosa para esta manifestação da unha encravada.

Outras hipóteses diagnósticas precisam ser descartadas, porque o hemangioma (granuloma telangiectásico) pode ser confundido com neoplasias, carcinoma espinocelular, carcinoma metastásico, melanoma amelanócitico, sarcoma de kaposé , verruga (HPV) e tumor glômico.

Na presença de unha encravada (onicocriptose) com exposição do hemangioma, há relato de sensibilidade a dor, sangramento, infecções, perda do movimento, dificuldades em calçar sapatos. Caso o indivíduo estiver com seu sistema imunológico (de defesa) baixo, ele estará vulnerável a desenvolver uma erisipela, pela entrada de bactérias que invadem a área lesada, percorrendo o sistema circulatório.

A princípio a erisipela provoca um avermelhamento, inchaço, febre, bolhas e dor, podendo evoluir para infecções mais graves e profundas como a celulite (infecção do tecido subcutâneo) miosite (infecção do tecido muscular), osteomielite (infecção óssea) e caso atingir a corrente sanguínea leva a quadros de sepse e óbito.

A podologia contribui com a recuperação dos tecidos lesados, afastando e eliminando o granuloma da unha, preservando a força laminar.

As técnicas utilizadas não produzem sangramentos, tampouco deformidades dos tecidos. A recuperação é breve e não expõem o cliente/ paciente a nenhum risco de infecções. Contamos com varias técnicas para realização de destruição do granuloma, e a espiculaectomia só é realizada em último caso e com preservação máxima do corpo laminar. A podologia não realiza técnicas iatrogênicas, ao contrário, promove o bem estar físico e social de seus clientes/pacientes.

Acompanhe nossos programas educativos - Podologia & Cia by Saetec - Breve 2ª edição.

Faça cursos de Podologia e Estética na SAETEC.



Sandra Augusto

Sandra Augusto

Website | Twitter | Facebook

Sandra Augusto, Fisioterapêuta pós graduada na saúde da mulher pela FAMERP, atuando na reprodução humana, disfunção sexual do orgasmo feminino, dispareunia, vaginismo, dor pélvica crônica.

Sandra Augusto tem 7 artigos escritos no site Sandra Augusto.
Para entrar em contato com Sandra Augusto e saber mais sobre seu trabalho entre em contato pelos telefones:

Catanduva - SP: (17) 3522-9516 | (17) 3524-3919
São José do Rio Preto - SP: 3231-9950
sandra@sandraaugusto.com.br

CREFITO 141757- F

 
  • Twitter
  • Facebook
  • YouTube
  • Picasa
 
 
© Copyright 2012 - Sandra Augusto Escola Técnica - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Galleni Softwares